NossosProjetos

Rua Santo Antônio, s/n - Itatiaia
Ouro Branco / MG - CEP: 36420-000

contato@osbemtevis.org.br
           

ASSOCIAÇÃO SÓCIO CULTURAL OS BEM-TE-VIS INICIA OBRAS DE RESTAURAÇÃO INTEGRADA DE IGREJA DO SÉCULO 18

A pequena comunidade de Itatiaia, que fica às margens da Estada Real, entre as cidades de Ouro Branco e Ouro Preto, guarda valiosos tesouros culturais.

A igreja Matriz de Santo Antônio de Itatiaia é considerada o maior orgulho e zelo pelos seus moradores. Para quem vem das cidades de Ouro Branco ou Ouro Preto lá do alto pode avistar aquele monumento imponente que se destaca pela grandiosidade e peculiaridade de sua construção.

A Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis anunciou oficialmente no último dia 08/12 para toda comunidade e convidados o início dos trabalhos de execução do projeto de Restauração Integrada de seu maior templo. O pequeno distrito já esperava ansiosamente o início dos trabalhos. O evento com a cara da comunidade, teve  apresentação da equipe que irá executar os trabalhos e como funcionará toda a logística de celebrações e cerimônias durante as obras e contou  com animada apresentações culturais da localidade.

Momento de muita emoção e lágrimas de pessoas que vivenciaram eventos como: destruição da igreja na década de 80, furto de parte do acervo de esculturas na década de 90 e as recentes lutas para  sua preservação. Duas personalidades que tem papel importante para todo esse processo e incentivaram Os Bem-Te-Vis foram às moradoras de Itatiaia: Almerinda Vilaça 92 anos e Jovercina Ferreira 94 anos. História viva do pequeno distrito que esteve presenciando esse momento importante histórico.

Para Dona Almerinda preservar e cuidar de nossa igreja é uma emoção e alegria para toda comunidade. “Que Santo Antônio possa iluminar a todas as pessoas que estudaram e vem cuidar de nossa igreja, estamos muito felizes por esse momento”. Afirma dona Almerinda.

Já para Dona Jovercina orações vão se prolongar para que Deus possa iluminar as pessoas da comunidade lutaram para que isso pudesse acontecer. “Vamos continuar rendendo nossas orações para que Santo Antônio e Nossa Senhora possa iluminar as pessoas de nossa comunidade através dos Bem-Te-Vis,  que lutaram para que isso acontecesse.” Conta Dona Jovercina.

A Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis vem dando exemplo  de lutas para preservar a cultura local. Sua caminhada nesse segmento é desde 2008 com a recuperação elétrica  e agora com as obras de recuperação Integrada que vai preservar e conservar os retábulos laterais, altar-mor e arco do cruzeiro e acervo de esculturas.

Para presidente da Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis, Máxima Bernadete esse projeto é o coroamento de 10 anos de trabalhos dos Bem-Te-Vis e comprovação de persistência e lutas.

“Com o projeto de Restauração da Igreja Matriz de Santo Antônio de Itatiaia, nossa instituição coroa esses 10 anos de trabalhos sociais, educação e cultura. É um projeto que estamos lutando já algum tempo e estamos podendo dar inicio em sua execução. Estamos muito felizes com esse momento e com a confiança que estamos no caminho certo. ”Conclui Máxima Bernadete, Presidente da Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis.

O lançamento do projeto de Restauração da Igreja Matriz de Santo Antônio aconteceu no dia santo, dedicado a Imaculada Conceição Virgem Maria, onde de acordo informações históricas Santo Antônio era servo e fiel  devoto.

A Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis, instituição sem fins lucrativos, desenvolve a 10 anos, diversas ações sócio culturais e educativas com oficinas de música, teatro, dança, inclusão digital e incentivo a leitura e sua trajetória com a preservação de patrimônios iniciou desde de 2008 com a execução do projeto Luminotécnico e Recuperação do Telhado que era ameaçado de incêndio.

O projeto tem o Patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento e Econômico Social – BNDES através da Lei Federal de Incentivo a Cultura e Ministério da Cultura.

 

A igreja Matriz de Santo Antônio de Itatiaia, de acordo com pesquisas históricas é considerada uma das mais antigas da região. De acordo com documentação sua construção foi uma iniciativa das Irmandades do Santíssimo Sacramento, Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e São Benedito.