Notícias

Rua Santo Antônio, s/n - Itatiaia
Ouro Branco / MG - CEP: 36420-000

contato@osbemtevis.org.br
           

Restauração da Matriz forma jovens de Itatiaia

Equipe de restauro ensina o ofício para jovens da comunidade, 

 

para manter a preservação da Matriz de Santo Antônio

Voltar

O restauro da Matriz de Santo Antônio, em Itatiaia, além de trazer de volta todo o esplendor do templo, colabora na formação da comunidade. A equipe de restauro já comandou oficinas e rodas de conversa sobre educação patrimonial e artesanato sustentável e, agora, tem uma novidade: a formação de jovens da comunidade no ofício do restauro. Aryanne Félix e Josiane Perucci dão os primeiros passos no trabalho de recuperação de bens culturais, sob a supervisão do restaurador Gilson Ribeiro. 

 

Para Josiane Perucci, o desejo de trabalhar com o restauro veio após uma palestra comandada por Gilson Ribeiro, em que ele apresentava a descoberta das pinturas originais sobre as camadas de repintura. “Fiquei interessada e resolvi perguntar a ele se podia fazer parte da equipe. Ele mostrou interesse e, com muita boa vontade, iniciei um teste e comecei a trabalhar”, conta. Já Aryanne Félix foi convidada por Gilson depois de desenhar uma imagem da Matriz em uma das oficinas de douramento oferecidas pelo restaurador. 

 

As oficinas de artesanato promovidas pela Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis foram fundamentais para que Josiane se sentisse mais à vontade com o restauro. “Já tinha tido contado com alguns materiais usados, fiz aula de artes plásticas, pintura em tela com tinta a óleo e já tinha um conhecimento básico sobre cores. Foi mais fácil me adaptar ao trabalho por ter uma noção da delicadeza necessária para o restauro”, completa. Aryanne também foi aluna das oficinas de artesanato oferecidas pela Associação. “Por ter feito o curso de pintura oferecido pela Associação, eu tinha habilidade para esta atividade, mas não sabia que poderia ser usada na restauração”, explica.

 

O trabalho desenvolvido por Josiane e Aryanne envolve as imaginárias da Matriz, com o nivelamento e a reintegração das peças, utilizando as técnicas do pontilhismo e do tratejo. Além disso, elas também estão aprendendo a forma correta de fazer limpeza, conservação e manuseio das imagens. “Acho que estou ajudando muito. Estamos participando e conhecendo a história da Matriz, e é satisfatório poder contribuir com o restauro”, enfatiza Aryanne.

 

Josiane e Aryanne são participantes ativas das ações da Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis. O restauro da Matriz é algo que enche os olhos. “Com certeza, minha família e eu estamos surpresos e fascinados com tanta beleza revelada. É muito gratificante poder presenciar o restauro e, mais ainda, fazer parte dele”, afirma Josiane. Aryane está há dez anos participando das atividades oferecidas pela Associação, como aluna e como professora de pintura em tela. Hoje, além do trabalho com a equipe de restauro, ela também é colaboradora na sede dos Bem-Te-Vis. 

 

Para Máxima Bernadete, presidente da Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis,  a participação das duas jovens no trabalho de restauro da Matriz é a garantia da continuidade na manutenção do monumento. “Com a restauração de nossa igreja Os Bem-Te-Vis cumprem seu papel social, incentivando a inclusão da comunidade. Essa é a maior prova de seu alinhamento com os moradores de Itatiaia. É algo que nos honra, pois Josiane e Aryanne serão as guardiãs e  ajudarão na manutenção do templo”, enfatiza.  

 

Matriz de Santo Antônio – Itatiaia

 A Matriz de Itatiaia foi construída na primeira metade do século XVIII por iniciativa das irmandades do Santíssimo Sacramento, Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e São Benedito. Apresenta duas etapas distintas de construção. A parte dos fundos do templo (capela-mor e corredores laterais) foi executada em estrutura de madeira com vedação de pau-a-pique e aparenta ser a primitiva capela original. A ela foram acrescidas, posteriormente, a atual nave, as torres e o frontão, em pedra. (Fonte: Iphan)

 

Durante os anos de 1982 a 1984, a matriz ficou exposta às intempéries climáticas, que acabaram por danificar os altares laterais e colaterais da nave e o forro, que foi perdido. O trabalho de restauro dos bens integrados da Matriz de Santo Antônio é realizado pela Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis, em parceria com o Banco  Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e com o apoio Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), do Ministério da Cultura (MinC) e do Governo Federal. O projeto prevê a recuperação do interior da construção, contemplando elementos artísticos como retábulos, púlpito, arco-cruzeiro, balaustrada da nave e pia batismal. Também estão contempladas a reforma do assoalho, a instalação de câmeras de segurança, a laminação do telhado e a restauração do acervo de imaginárias.