Notícias

Rua Santo Antônio, s/n - Itatiaia
Ouro Branco / MG - CEP: 36420-000

contato@osbemtevis.org.br
           

Dia do Patrimônio Cultural é lembrando pela Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis

A data é para mostrar a importância da preservação e manutenção dos bens culturais

Voltar

18/08/201- 15h:50

 

Lembrado no dia 17 de agosto, o Dia Nacional do Patrimônio Cultural tem espaço garantido na Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis, de Itatiaia, Ouro Branco/MG. Para marcar a data, durante a semana, a Associação fará diversas postagens em suas redes sociais para mostrar as belezas culturais de Itatiaia e o trabalho sério de preservação delas.


Para a Associação, a data é mais que apenas recordar algo, é o momento para lembrar que é importante preservar e manter a memória de todos os bens culturais do país e, principalmente do vilarejo.


Com essa preocupação, os bem-te-vis sempre está empenhado na realização de ações de restauro e conservação como, por exemplo: a restauração da igreja matriz de Santo Antônio e suas imagens sacras, mobilização para recuperação do acervo de imagens furtadas em 1994, a educação patrimonial com comunidade.


Vivenciar e resguardar o Patrimônio Cultural é valorizar sua história, sua arte e seus costumes de época. Uma memória viva nos tempos atuais que traz o significado do trabalho minucioso feito com próprias mãos entalhando uma madeira e fazendo nascer uma imagem sacra, ou então, a construção dos templos centenários como a Igreja de Santo Antônio, no próprio local.



Importante lembrar, que o passado faz parte do cotidiano de hoje, através de ensinamentos sobre os seus ancestrais, de como eles viviam, como era a educação daquela época e muito mais.

Para o presidente da Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis, Wilton Fernandes, “a preservação e valorização de nossa história devem sempre serem lembradas, pois faz parte de nossa identidade cultural. Celebrar o dia do Patrimônio Cultural é reforçar nossa personalidade com nossos valores de pertencimento”, destaca o presidente.

A data de 17 de agosto surgiu em homenagem ao primeiro presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Doutor Rodrigo Melo Franco de Andrade. Advogado, jornalista e escritor, ele nasceu dia 17 de agosto de 1898 em Belo Horizonte, e foi um dos principais responsáveis pela criação da Lei nº 378, de 1937 que criou o Iphan, com o objetivo de proteger e preservar os bens culturais do país. Fonte: Iphan

 

A Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis nasceu em 2001 com o objetivo de preservar, manter e restaurar bens históricos e elaborar projetos sócio educacionais. Na preservação do patrimônio histórico cultural de Itatiaia, a Associação cuida e mantem os casarões antigos e, principalmente a Igreja Matriz de Santo Antônio, tombada pelo Iphan em 1983.


Na Igreja Matriz, construída na metade do século XVIII, foi realizada toda a restauração de seu interior e exterior, principalmente a implantação das luzes em seu entorno, valorizando o monumento e permitindo a apreciação noturna.

Além disso, a instalação de alarmes 24 horas para desestabilizar qualquer pessoa mal intencionada que queira fazer alguma maldade no local, traz mais segurança e confiabilidade à comunidade.

Durante a restauração do templo, as imagens sacras, que pertencem ao acervo local, receberam tratamento especial. Elas foram restauradas e se encontram protegidas no interior da matriz.


A Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis, também realiza campanhas de mobilização e uma delas é a Campanha de Recuperação das Imagens Sacras, furtadas em 1994. O furto deixou sequelas tristes nas pessoas da comunidade e, por isso, em 2018, a Associação lançou a campanha para recuperar todas as peças. Essa mesma campanha foi relançada em junho de 2021 para que seu objetivo sempre aflore cada vez nas pessoas.


Devido ao emprenho e dedicação da Associação e a ajuda de órgãos públicos e das pessoas da comunidade e de todo o Brasil, foram recuperadas três imagens, mas a entidade não descansará enquanto não trazer de volta à comunidade as 18 peças que ainda faltam para completar o acervo do vilarejo.


Outra campanha importante que a entidade realiza é a valorização da cultura e mão de obra local, através da interação entre a comunidade, os turistas e o público em geral para mostrar seus talentos e suas artes nas atividades de oficinas de artesanato adulto e infantil, música, leitura. Todas essas ações são gratuitas realizadas na biblioteca Comunitária Professor Reinaldo Alves de Brito.


Com todas essas atividades, a Associação traz para o centro das atenções as pessoas da comunidade e as faz protagonistas de suas próprias histórias, através da arte. Outra situação importante, é a ocupação do tempo das crianças com a oficina de leitura, contação de história e dicas de leitura na Biblioteca. Dessa forma, as crianças ficam entretidas em boas companhias e com muito aprendizado.


Além disso, juntamente com o apoio inseparável da comunidade, a Associação está sempre buscando parcerias tanto de empresas públicas, quanto de empresas privadas, para realização de seus projetos. Com isso, ela capta recursos para restauração de peças e monumentos históricos e de outras necessidades que se fizerem necessário e, também, para projetos sociais diversos da comunidade.