Notícias

Rua Santo Antônio, s/n - Itatiaia
Ouro Branco / MG - CEP: 36420-000

contato@osbemtevis.org.br
           

Artesanato traz ocupação e renda para moradoras de Itatiaia (Ouro Branco/MG)

Há três anos, grupo de mulheres participa de oficinas de crochê e bordado e vê novas possiblidades de ocupação e renda

Voltar


Toda sexta-feira, Solange Maria Esteves sai da sede do município de Ouro Branco e se dirige à localidade de Itatiaia. Sua missão é nobre: ensinar artesanato, em forma dos pontos ágeis do crochê e das delicadas linhas do bordado, aos interessados. Há três anos, um grupo de pessoas tem seguido os passos de Solange, colocando as mãos à disposição do artesanato. “A turma fica sempre cheia, é um momento gostoso, alegre. As alunas gostam e se envolvem com a produção”, conta Solange. Além do trabalho realizado durante as aulas, as alunas sempre levam algo para fazer em casa e mostram o trabalho no próximo encontro.

Máxima Guimarães, moradora de Itatiaia, é uma das alunas, que está presente na oficina de artesanato desde o início dos trabalhos. Ela prefere se dedicar à delicadeza do bordado. “É mais tranquilo de fazer, uma terapia”, afirma. O grupo de artesanato começou bordando panos de prato, que eram postos à venda na Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis. Com a evolução das aulas, novas peças foram sendo adicionadas ao repertório das artesãs: almofadas, jogos americanos, caminhos de mesa, camisetas. Máxima gosta de fazer almofadas, mas tem um enorme carinho pela colcha de 26 quadros que ela bordou, por encomenda.

O material produzido para a oficina é colocado à venda nas Feiras de Artesanato e Gastronomia que acontecem na localidade e também na sede da Associação. Parte da renda é revertida para as próprias artesãs e para a manutenção do projeto.

Com o restauro da Matriz de Itatiaia, concluído em junho de 2017, aumentou o número de visitantes e turistas à localidade. Com isso, a demanda de trabalho cresceu, e as artesãs têm desenvolvido peças por conta própria, aumentando as rendas das famílias. A Associação incentiva a ação, pois promover ocupação e renda em Itatiaia é uma de suas metas.

A oficina de artesanato chama a atenção, também, de pessoas que não vivem em Itatiaia. É o caso de Vivien Fabrini Lima, que atualmente mora em Belo Horizonte. Até dezembro de 2017, ela morou em Ouro Branco e também se dirigia a Itatiaia durante as sextas-feiras, para participar das aulas de artesanato. Quando concluiu sua primeira peça e a mostrou para a professora Solange, Vivien se queixou que o bordado não estava perfeito. “Então, ela me disse que a minha obrigação era fazer bonito, pelas minhas próprias mãos, e não perfeito, que é o que as máquinas fazem. A marca do artesanato é mostrar a mão do artesão em cada peça”, completa. Mesmo sem estar mais nas aulas, Vivien continua praticando: está fazendo uma pezeira (uma manta que é colocada sobre a cama, na área dos pés) e segue orgulhosa de ter feito parte de uma ação que une a comunidade.

Nesses últimos três anos, a ação artesanal promovida pela Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis tem o apoio  da Secretaria de Estado da Cultura de Minas Gerias, por meio do Fundo Estadual de Cultura. A professora Solange já percebeu mudanças em Itatiaia: “Fazer o artesanato virou cultura. É só chegar para ver as mulheres bordando e fazendo crochê nas varandas das casas”, conta, entusiasmada e realizada por contribuir para a ocupação e a geração de renda  no local. O grupo de artesanato de Itatiaia também é o responsável pela ornamentação, nas festas realizadas na Matriz.

Bem-Te-Vis


A Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis iniciou suas atividades em novembro de 2001. Tudo começou com a criação do Coral Os Bem-Te-Vis, da Biblioteca Comunitária Professor Reinaldo Alves de Brito e do Grupo de Artesanato Arteaia.

A Biblioteca Comunitária Professor Reinaldo Alves de Brito começou que a ser montada em 2001, com a doação de dois mil volumes. Seu acervo cresce constantemente, com doações de pessoas físicas, empresas e instituições. Atualmente, ultrapassa mais de seis mil livros, com ênfase em literatura de todos os gêneros e para todas as idades, além de jornais, revistas e enciclopédias. A biblioteca funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e, além dos livros, oferece espaço para leitura e pesquisa gratuita na internet.


Entre os parceiros da Associação estão o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o Ministério da Cultura, empresas públicas e privada e a comunidade de Itatiaia.

A Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis é responsável pelo restauro da Matriz de Santo Antônio, em Itatiaia. A igreja foi construída na primeira metade do século XVIII por iniciativa das irmandades do Santíssimo Sacramento, Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e São Benedito. Apresenta duas etapas distintas de construção. A parte dos fundos do templo (capela-mor e corredores laterais) foi executada em estrutura de madeira com vedação de pau-a-pique que comprova ser a capela original. A ela foram acrescidas, posteriormente, a atual nave, as torres e o frontão, em pedra. (Fonte: Iphan)

A Matriz precisava de intervenções de restauro e a comunidade se uniu para buscar formas de viabilizar as obras. A construção do projeto, sua aprovação junto aos órgãos responsáveis e a busca por patrocínio foram realizados pelos moradores de Itatiaia, por meio da Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis. O projeto previu o restauro dos elementos integrados da Matriz (altares, arco cruzeiro, púlpitos, pia batismal e coro) e das imaginárias, além da reforma do piso e da laminação do telhado, com instalação de sistema de câmeras, alarme e proteção contra incêndios. A partir de então, a comunidade de Itatiaia está unida para manter a Matriz em todo o seu esplendor. Assim, é natural que a Matriz de Santo Antônio esteja, agora, aberta à visitação.

O trabalho de restauro dos bens integrados e Acervo de Imaginárias da Matriz de Santo Antônio foi realizado pela Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis, em parceria com o Banco  Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e com o apoio Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), do Ministério da Cultura (MinC) e do Governo Federal. O projeto contemplou a recuperação do interior da construção e seus elementos artísticos como retábulos, púlpitos, arco-cruzeiro, balaustrada da nave, coro e pia batismal. Também foram contempladas a reforma do assoalho, a instalação de câmeras de segurança, a laminação do telhado e a restauração e conservação do acervo de imaginárias.


Serviço

Oficinas de artesanato na Associação Sócio Cultural Os Bem Te Vis (Itatiaia – Ouro Branco/MG)


Sempre às sextas-feiras, das 10h às 17h

Artesanato à venda na sede da Associação (rua Santo Antônio, s/nº - Itatiaia – Ouro Branco/MG)

Informações: (31) 98526-9053

 

Visitação à Igreja Matriz de Santo Antônio (Itatiaia – Ouro Branco/MG)

De sexta a domingo, das 9h às 16h

Ingresso: R$ 5,00 (valor integralmente revertido para a manutenção da Matriz)